Plano Estratégico para Obras de Armazenamento de Água na Bacia do Zambeze

Participantes da Reunião para Apresentação do Relatório da Fase 4: Cenários de Desenvolvimento

 

Uma das atribuições da ARA-Zambeze na componente de obras hidráulicas é desenvolver projectos de infra-estruturas hidráulicas para o aumento da disponibilidade de água para abastecimento, agricultura, abeberamento do gado, contributo para combate à pobreza e garantir a segurança alimentar ao nível dos distritos.

 

Neste contexto, a ARA-Zambeze promoveu no dia 29 de Janeiro, na sala de reuniões do Paraíso Misterioso, cidade de Tete, uma reunião para apresentação do relatório do Plano Estratégico para o Desenvolvimento de Obras de Armazenamento de Água na Bacia do Zambeze, que contou com a presença do Director Geral da ARA-Zambeze, Directores Provinciais das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos de Tete e Manica, e representantes de Sofala e Zambézia; Directores da Agência do Vale do Zambeze, SDPI e SDAE, entre outros parceiros do Governo.

 

          

                    Membros do Presídio                                                       Participantes da reunião                                         Apresentação do Relatório pela EEPLAN e HIDRA

 

O estudo, que é levado a cabo pela empresa EEPLAN, com contribuição da HIDRA, teve seu início em Janeiro de 2017, visa identificar o potencial (técnico, social e económico) para desenvolvimento de obras para o armazenamento de água, com particular ênfase para obras de pequena dimensão na bacia do Zambeze (represas).

 

O relatório apresentado no dia já vai na 4ª fase, denominada Cenários de Desenvolvimento, o qual apresentou soluções prioritárias para estabelecer estudos de viabilidade e programas de implementação das obras hidráulicas na Bacia do Zambeze.

 

O plano estratégico deverá ser um instrumento orientador para o desenvolvimento de obras para o armazenamento de água, bem como para mobilização de investimentos para execução de tais projectos.