ARA-Zambeze participa do projecto-piloto para produção de cereais financiado pelo Banco Mundial

Delegação Moçambicana e a representante do Banco Mundial na China
e os representantes do Instituto RADI

 

O Banco Mundial patrocinou, entre os dias 04 à 18 de Dezembro de 2017, a deslocação de uma equipa multissectorial, composta por Técnicos da DNGRH, ARA-Zambeze e Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar, à Republica Popular da China. A visita tinha como objectivo a troca de experiência com o Institute of Remote Sensing and Digital Earth Chinese Academy of Sciences, com o intuito de desenvolver projectos pilotos para a  produção de cereais na Sub-bacia do Rio Luenha (Província de Tete) e na região do Baixo Zambeze (Distrito de Mopeia -  Província da Zambézia).

 

A visita da equipa moçambicana foi o marco da colaboração entre os países, que culminou com a elaboração de Termos de Referências à serem aprovados em Março de 2018, aquando da visita da equipa multissectorial chinesa à Moçambique, para avaliação dos locais propostos para desenvolvimento dos projectos-pilotos. Refira-se que, a fase piloto terá uma duração de dezoito (18) meses, findo o período poderá ser estendido para outras regiões do País servindo de exemplo de boas práticas no sector da agricultura sustentável no contexto das mudanças climáticas.

 

De realçar que as referidas actividades são financiadas pelo Banco Mundial com vista a aumentar a produção e produtividade no sector agrícola usando de forma racional os recursos hídricos e a terra disponível.