Geohidrologia

A Geohidrologia ocupa-se do estudo dos processos de ocorrência e fluxos de água subterrânea, sem considerar os aspectos geológicos. Tem a ver com as forças que actuam sobre as águas subterrâneas e causam seu movimento; estuda a origem, localização, movimentação e características da água subterrânea, com ênfase nos aspectos físicos.

 

A ocorrência de água subterrânea na Bacia do Zambeze está associada a zonas de fraqueza crustal e a sua comparticipação e desintegração em blocos limitados por juntas, fracturas e diáclases. Essas zonas estão relacionadas com estruturas geológicas específicas como dobras, falhas e fracturas cuja permeabilidade é relativamente alta. Nos vales, devido a presença de depósitos de argila, os aquíferos são semi-confinados a confinados, e os furos daí resultantes, em alguns casos, geram um caudal médio de 60mᶟ/h.


O monitoramento das águas subterrâneas compreende da quantidade (níveis de água) e da Qualidade da água. Os níveis de água do aquífero consistem na medição dos níveis estáticos do lençol freático, através de uma sonda nos vários pontos da rede piezométrica.

 

 

Medidor de níveis estáticos (sonda eléctrica)

 

 

Fiscalização da abertura de furos no campo